skip to Main Content
Royalties: Como Uma Franquia Pode Ser Lucrativa Para O Franqueado?

Royalties: Como Uma Franquia Pode Ser Lucrativa Para O Franqueado?

Royalties: A Diferença Entre A Falência Ou O Lucro Exponencial Ao Operar No Mercado Com Uma Franquia

Entender O Conceito De Royalties É O Divisor De Águas Entre Investir Em Um Empreendimento Que Te Traga Lucros Ou Pular De Cabeça Em Uma Enrascada Financeira!

Se você pretende abrir uma franquia para entrar no mercado com o pé direito, com a garantia de que vai lucrar e outras muitas certezas, cuidado, pois um único aspecto pode colocar tudo o que você investiu a perder em poucos meses…

E, de fato, “saber onde está pisando” é uma das garantias mais fortes que um empreendedor possui no Brasil, ainda mais quando estamos enfrentando uma crise sem precedentes como a que teve o seu “estopim” com a chegada do Coronavírus ao país.

Sendo assim, antes de achar que tudo vai se resolver por conta do “background” de uma franqueadora, é necessário entender tudo sobre o universo que envolve as franquias e o dia a dia dos franqueados.

Por isso, hoje, vamos falar sobre um assunto muito pertinente, contudo, nebuloso para a maioria dos empreendedores: os royalties e a diferença entre eles serem apenas mais uma burocracia no seu caminho ou a causa de uma verdadeira fossa financeira para você.

O Que São Os Royalties?

Os royalties estão presentes em todas as franquias, independente da área de atuação ao qual o empreendimento em questão irá atuar, e são cobranças periódicas — normalmente mensais, contudo, existem exceções — realizadas pela franqueadora em relação aos franqueados.

Esse valor, expresso em porcentagem sobre o valor do faturamento bruto, é destinado à “manutenção” do seu uso, como franqueado, da marca e dos produtos da franqueadora.

Ou seja, é a “moeda de troca” que o franqueado tem: se não pagá-la corretamente, você perde o direito de uso da marca, portanto, é algo que deve ser mantido até o final do contrato.

Além disso, os royalties estão previstos na Lei de Franquia Brasileira (Lei 8.955/94).

Royalties X Taxa De Franquia

Para além dos royalties, existe a taxa de franquia, e esses são dois conceitos que muitos confundem.

Visto que já explicamos o primeiro conceito, o segundo, ou seja, a taxa de franquia, é referente ao valor pago à franqueadora para confirmar a sua entrada nos negócios.

Mas, não se preocupe! Esse valor não é “perdido”, muito pelo contrário!

Esse dinheiro retorna em auxílios, como o treinamento de funcionários, projetos de construção, escolha do melhor ponto comercial, etc.

Como Administrar Os Royalties Da Maneira Certa E Fazer A Franquia Ser Lucrativa Para Você, Franqueado?

Mesmo com tudo o que falamos, os royalties ainda parecem um “peso” que as franquias estabelecem para os franqueadores…

E, infelizmente, se você não administrá-lo bem, não existe lucro que faça com que esse valor seja pago, seu contrato seja mantido e você não entre em uma verdadeira fossa financeira.

Sendo assim, para manter essa taxa longe de ser um problema e transformá-lo em mais um item na sua lista a ser “checado”, conte com a gente, da JL Ramos!

Nossa contabilidade especializada em franquias vai não apenas tomar conta dos aspectos que envolvem a franqueadora como, também, vai garantir que nenhuma burocracia se torne uma “pedra no seu sapato”.

Então, entre em contato com a gente e garanta que o seu futuro como franqueado não será desacelerado por nenhuma taxa!

This Post Has 0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top